3 Formas de Reduzir o Desperdício
no seu Dia-a-Dia

Desperdício é de acordo com o dicionário “uma despesa inútil e censurável”.

Esta geração parece estar a ouvir esta palavra e a ver os efeitos dela na natureza e na saúde pública, no entanto há uma energia emergente positiva a lutar por um estilo de vida mais sustentável, tentando enfrentar o impacto óbvio e evitar mais danos no nosso Planeta.

Mas como podemos parar o desperdício? Parar totalmente será difícil, no entanto podemos REDUZIR substancialmente:

1. Reduzir o desperdício alimentar

Sabia que um terço de todos os alimentos produzidos globalmente são perdidos ou desperdiçados? Dado que dispomos de um sistema globalizado de abastecimento alimentar, a procura de alimentos nos países desenvolvidos pode aumentar o preço dos alimentos destinados à exportação nos países em desenvolvimento, bem como deslocar o crescimento das culturas para alimentar as populações autóctones e impulsionar uma degradação acelerada dos habitats naturais. Veja o seguinte vídeo para obter informações mais detalhada: Reduzir o Desperdício Alimentar, FAO

O meu conselho é planear as suas refeições com antecedência, comprar exclusivamente o que precisa e usar sobras para criar novas receitas (consulte tutoriais online e receitas com sobras como no novo livro do Pingo Doce). Como cidadãos podemos contribuir procurando fornecedores de alimentos locais em mercados ou lojas a granel – a sua comida terá uma vida útil mais longa e será mais nutritiva à medida que foi colhida fresca, não viajou durante dias e não foi submetida a diferentes temperaturas e condições para chegar às prateleiras.

Procure campanhas e projetos que contribuam para esta redução – Fruta Feia, Zero Desperdício, Banco Alimentar, etc. Compreendo que os movimentos “zero” possam parecer um esforço hercúleo, mas a ideia não é ser 100% perfeito, é simplesmente reduzir de forma consciente o desperdício que fazemos no quotidiano.

2. Reduzir a compra de bens não essenciais

Criar uma nova rotina nesta base traz mais autonomia nas suas decisões de compra e uma relação mais sensível com as questões ambientais atuais; o objetivo de marketing de comércio é alimentá-lo com necessidades, que na maioria das vezes não se aplica: quantas embalagens de gel de banho em promoção já trouxe e tem no armário? Roupa, cosméticos e afins que em que estavam em stock-off e que não usa? E as vezes que já caiu na promo “leve 3 embalagens e pague 2” só para esgotar os stocks do supermercado…a lista pode ser enorme!

Alternativas? Desde resgatar o artesanato tradicional, aprender a formular os seus próprios produtos pessoais e domésticos (para cuidados de pele, limpeza de casas, jardinagem, etc), dar uma nova vida à roupa (transformando ou doar) e comprar quando necessário aos produtores locais, potenciando a sua economia local.

O que às vezes parece mais caro à partida, é na verdade um bom investimento, pois atribui mais valor a quem o fez e com certeza você vai ter mais cuidado e fazê-lo durar mais tempo.

3. Reduzir a aquisição de produtos não-biodegradáveis

Falamos de produtos “descartáveis” derivados de óleo ou substratos semelhantes com ligações químicas difíceis de quebrar em condições ambientais comuns (eventualmente perniciosas) – embalagens, talheres e copos descartáveis, produtos de higiene e tantos outros produtos de uso único.

Ainda no produto de higiene, sabias que as mulheres durante o seu ciclo menstrual chegam a usar até 11 mil pensos/tampões? Um bebé consome cerca de 33 fraldas por semana? E 25 a 45% dos idosos usam este produto para controlo de incontinência? – Em suma: estamos perante um consumo e rejeição massiva!

O destino pode ser a incineração, a eliminação em aterros ou a reciclagem; infelizmente, uma grande parte dos plásticos não é reciclável e a outra parte pode nunca ser reciclada – apenas 18% do plástico é reciclado em todo o mundo (apesar do crescimento de aproximado de 6% em dois anos).

O objetivo é reduzir o desperdício para não perpetuar a cultura descartável na origem da nossa crise de resíduos! Mas enquanto a nossa cultura sofre essa metamorfose…

Existem alternativas para o uso único ainda em investigação, quer ao potencial de biodegradabilidade como sustentabilidade:

  • Barkeys© – colheres comestíveis feitas de milho, arroz e trigo, 100% vegan e que duram 20 minutos quando em contacto com líquidos;
  • Biopoli© – de origem portuguesa, são copos biopolídeos reutilizáveis e biodegradáveis;
  • Natracare© – tampões e pensos diários de algodão orgânico (nada de plásticos);
  • Cápsula de café biodegradável – algumas marcas têm a política de recolher as cápsulas e o café para dar nova vida.
  • Papelyco© by Lifepack – Pratos e talheres para plantar feitos de cascas de milho e coroas de abacaxi.

Note que algumas destas novas alternativas (como talheres e copos feitos de PLA, plástico de poliácido láctico) não são passíveis de juntar à compostagem de casa! Infelizmente a maioria ainda acaba em aterros porque a recolha dos produtos de uso único por parte das empresas que os formulam é muto difícil (de forma a assegurar uma degradação eficaz); a PLA requer condições especiais para a compostagem e não deviam de ter um fim de take-away, apesar de essa a forma mais vigente: O PLA pode levar de seis meses a dois anos para degradar mas em condições industriais, de temperatura, humidade e pressão ideias!
Por isso, se comprar um café takeaway num copo PLA (Vegaware© por exemplo) tem de o deixar com o café/fornecedor se quiser que seja devidamente degradado.

Ler: Desafio Zero da Eunice Maia – Guia Prático de Redução de Desperdício dentro e fora de casa.

Comentário

A Semente é um projecto multidimensional que reúne Terapias Naturais, Coaching de Nutrição e Saúde, a cozinha e estúdio FoodLab e outras extensões que estão neste momento a germinar. Pretende-se com este projeto partilhar as ferramentas necessárias para uma vida mais saudável, completa e equilibrada.

+351 968 138 712     Porto

Semente Health Coaching © 2021. Todos os direitos reservados. Design por Susana Reis. Política de Privacidade. Termos e Condições.

Carrinho
  • Sem produtos no carrinho.